Scielo RSS <![CDATA[SOCIOLOGIA ON LINE]]> http://scielo.pt/rss.php?pid=1647-333720210003&lang=pt vol. num. 27 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://scielo.pt/img/en/fbpelogp.gif http://scielo.pt <![CDATA[A utilização das narrativas de vida numa perspetiva socio-etnográfica]]> http://scielo.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1647-33372021000300011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Por ocasião do lançamento da edição portuguesa do livro As Narrativas de Vida (Bertaux, 2016/2020), Daniel Bertaux conversou com os/as sociólogos/as reunidos no XI Congresso Português de Sociologia. O autor falou sobre as narrativas de vida como instrumento de pesquisa em ciências sociais e as controvérsias que esta metodologia suscitou. Às críticas dos seus detratores, o sociólogo contrapõe a necessidade de recolher diversas narrativas de vida dentro de um mesmo mundo social, em número suficiente para atingir a saturação. O seu principal contributo reside, assim, no modo como utilizou esta técnica particular de recolha de dados, numa perspetiva socio-etnográfica. Neste texto, corolário dessa conversa, o autor aborda também o processo de produção da própria vida (ou “antroponomia”) que ele teorizou em finais dos anos 1970.<hr/>Abstract On the occasion of the launch of the Portuguese edition of the book As Narrativas de Vida (Bertaux, 2016/2020), Daniel Bertaux talked with the sociologists gathered at the XI Portuguese Congress of Sociology. The author spoke about life stories as a research tool in the social sciences and the controversies that this methodology has raised. In response to the criticism of its detractors, the sociologist argues that it is necessary to collect several life stories within the same social world in order to reach saturation. Thus, his main contribution lies in the way he used this particular technique of data collection, from a socio-ethnographic perspective. In this paper, the end result of this conversation, the author also discusses the process of the production of life itself (or “anthroponomy”) which he theorized in the late 1970s. <![CDATA[Sociologia da cultura em Portugal. Génese e consolidação de uma especialidade sociológica]]> http://scielo.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1647-33372021000300031&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Numa perspetiva sociohistórica, analisa-se a génese e consolidação da sociologia da cultura em Portugal enquanto especialidade sociológica. A partir de contributos teóricos e metodológicos da sociologia da ciência, analisam-se a origem e o trajeto daquela especialidade, as bases institucionais em que assentou o seu desenvolvimento e os fatores externos e internos ao campo sociológico que favoreceram esse desenvolvimento. Identificam-se também os temas constitutivos da sua agenda de investigação, a importância relativa desses temas em termos de volume de publicação, as obras de referência e os contextos institucionais e científicos associados à formação dessa agenda temática.<hr/>Abstract The current paper analyses the genesis and consolidation of sociology of culture in Portugal as a sociological specialty, in a sociohistorical perspective. Considering the theoretical and methodological contributions of sociology of science, the paper analyses the origins and the path of Portuguese sociology of culture, the institutional foundations that supported its development, as well as the external and internal factors that favored that same development. It also aims to identify the main topics of the research agenda, its relative significance in terms of publication volume, reference works, and the institutional and scientific contexts of that agenda. <![CDATA[Reinventando a pandemia. Desobediência alternativa]]> http://scielo.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1647-33372021000300053&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo A epidemia de coronavírus desencadeou uma vasta epidemia de vírus ideológicos que se insinuavam há algum tempo a partir da psicopolítica atual, dominada pelo avanço neoliberal e tecnológico, conducentes a ampliar os fenómenos que caracterizam a denominada época da pós-verdade. Pondo a tónica nos discursos dos grupos que reinventam a pandemia através dessa lógica, desenvolve-se o conceito de desobediência alternativa, entendido como uma reificação das novas formas de subjetividades impulsionadas pela psicopolítica segundo Byung-Chul Han, questionando-se acerca da sua legitimidade moral tendo em consideração as definições distintas de desobediência civil de Henry David Thoreau e Hannah Arendt. Conclui-se que a pandemia veio revelar não só desigualdades e contradições que atravessam o mundo, mas também os entraves ao surgimento de um projeto comum assente numa consciência global. Neste sentido, a crescente falta de comprometimento para com a verdade é geradora de mudanças políticas e sociais que colocam em causa a própria democracia liberal.<hr/>Abstract The spread of the coronavirus epidemic eventually triggered ideological reactions that had been taking hold for some time as a consequence of neoliberal and technological advances, conducive to amplifying the phenomena that characterize what has been called the Post-truth Era. Focusing on the discourses of the groups that reinvent the pandemic through of this logic, we seek to develop the concept of alternative disobedience, understood as a reification of the new forms of subjectivities driven by psychopolitics, according to Byung-Chul Han, questioning their moral legitimacy taking into consideration Henry David Thoreau’s and Hannah Arendt’s distinct definitions of civil disobedience. It can be concluded that the pandemic has revealed not only inequalities and contradictions across the world, but also the obstacles to the emergence of a common project based on a global conscience. In this sense, the growing lack of commitment to the truth generates political and social changes that call into question liberal democracy itself. <![CDATA[Riscos psicossociais. Uma ameaça no meio militar. O papel da autoeficácia, qualidade da liderança geral e conflito trabalho-família no <em>burnout</em>]]> http://scielo.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1647-33372021000300079&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O objetivo deste trabalho é analisar de que forma a qualidade da liderança, a autoeficácia e o conflito trabalho-família explicam o burnout no Exército Português (EP), atendendo a uma amostra de trabalhadores do EP (n = 5098) constituída por militares e civis, que responderam à versão portuguesa do Copenhagen Psychosocial Questionnaire (COPSOQ II), no âmbito do Programa de Prevenção de Riscos Psicossociais. O modelo construído permite verificar que a variável conflito trabalho-família influencia a relação entre a qualidade da liderança e o burnout nos funcionários do EP. Os resultados encontrados permitem-nos compreender de que forma os fatores de stress não operacionais são relevantes, do ponto de vista preventivo e interventivo, ao ajuste da formação ministrada aos militares e apoio à decisão ao nível do comando das várias unidades, estabelecimentos e órgãos (UEO) do EP.<hr/>Abstract The purpose of this work is to analyze how the self-efficacy, leadership quality and work-family conflict explain the burnout in the Portuguese Army (PA), according to an EP sample of 5098 individuals, constituted by military and civil personnel that answered the Portuguese version of the Copenhagen Psychosocial Questionnaire (COPSOQ II), in the context of the Psychosocial Risk Prevention Program. The built model indicates that the variable work-family conflict impacts the relationship between the leadership quality and the burnout of the EP personnel. The results allow us to comprehend how the non-operational stress factors are relevant, from a preventive and interventional point of view, to the adjustment of the training provided to the military personnel and to the decision support at the command level of the various units, establishments, and bodies (UEB) of the PA. <![CDATA[Violência sexual contra mulheres estudantes no ambiente universitário. O caso de uma universidade brasileira]]> http://scielo.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1647-33372021000300099&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O artigo analisa dados de uma pesquisa realizada em uma universidade federal do Brasil acerca de mulheres estudantes que relataram abuso e violência sexual no ambiente universitário. Usando metodologias mistas, analisou-se perfil de vítimas e de agressores, meio de violência utilizado, fatores subjacentes associados, ambientes e situações da ocorrência, providências requeridas pelas vítimas, nos âmbitos legal e da saúde, e as consequências dos atos na sua rotina acadêmica e pessoal. Os resultados corroboram facetas do sexismo universitário, a invisibilidade das vítimas, a banalização das ocorrências, a omissão de instituições e os impactos na vida acadêmica, entre outros aspetos.<hr/>Abstract This article analyzes data from a research carried out at a federal university in Brazil about female students who reported sexual abuse and violence within academic environment. Using mixed methods, we analyzed victims and perpetrators profiles, type of violence, associated underlying factors, situational description of the occurrence, victims ‘protection measures in the legal and health fields as well as the consequences of violence in the victims academic and personal routine. The results corroborate facets of university sexism, the invisibility of victims, the trivialization of occurrences, the complacency of institutions and the impacts on academic life, among others. <![CDATA[Santos, Boaventura Sousa (2020). O futuro começa agora. Da pandemia à utopia. Edições 70]]> http://scielo.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1647-33372021000300127&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O artigo analisa dados de uma pesquisa realizada em uma universidade federal do Brasil acerca de mulheres estudantes que relataram abuso e violência sexual no ambiente universitário. Usando metodologias mistas, analisou-se perfil de vítimas e de agressores, meio de violência utilizado, fatores subjacentes associados, ambientes e situações da ocorrência, providências requeridas pelas vítimas, nos âmbitos legal e da saúde, e as consequências dos atos na sua rotina acadêmica e pessoal. Os resultados corroboram facetas do sexismo universitário, a invisibilidade das vítimas, a banalização das ocorrências, a omissão de instituições e os impactos na vida acadêmica, entre outros aspetos.<hr/>Abstract This article analyzes data from a research carried out at a federal university in Brazil about female students who reported sexual abuse and violence within academic environment. Using mixed methods, we analyzed victims and perpetrators profiles, type of violence, associated underlying factors, situational description of the occurrence, victims ‘protection measures in the legal and health fields as well as the consequences of violence in the victims academic and personal routine. The results corroborate facets of university sexism, the invisibility of victims, the trivialization of occurrences, the complacency of institutions and the impacts on academic life, among others.