SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número1O desafio de educar na era digitalMotivação e desempenho num curso de Simulação Empresarial índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Educação

versão impressa ISSN 0871-9187

Rev. Port. de Educação v.24 n.1 Braga  2011

 

Entre tradição e inovação: um estudo sobre mudanças no ensino de gramática em livros didáticos brasileiros de Língua Portuguesa1

 

Alexsandro da Silva & Artur Gomes de Morais

Universidade Federal de Pernambuco, Brasil

 

Resumo

O objetivo deste artigo é investigar o tratamento dado ao ensino de gramática ou à análise linguística em três coleções brasileiras de livros didáticos de Língua Portuguesa aprovadas no Programa Nacional do Livro Didático 2007. Os resultados evidenciaram que duas das coleções analisadas usavam o termo gramática e todas elas tendiam a estabelecer objetivos de ensino relacionados ao domínio da gramática ou da língua em si mesmas. Em relação aos conteúdos, constatamos que os tópicos tradicionais da gramática escolar dividiam a cena com outros conteúdos. Ao analisar as atividades, constatamos, em duas das coleções, poucas atividades de análise quando se tratavam dos conteúdos tradicionais. No ensino das classes de palavras e da ortografia, encontramos duas inovações principais: o uso de textos e a tendência à não-apresentação de informações prontas. Já na exploração de características dos gêneros textuais, além de usar pseudotextos, as coleções adotavam, às vezes, uma abordagem transmissiva.

Palavras-chave: Análise linguística; Ensino de gramática; Livros didáticos

 

Between tradition and innovation: A study regarding the changes in the teaching of grammar found in the Portuguese Language textbook

Abstract

The purpose of this article is to investigate the treatment given to grammar teaching or to the linguistic analysis in three Brazilian collections of Portuguese textbooks approved by the 2007 National Textbook Program. The results point out that two of the analyzed collections used the term grammar and all of them tended to establish educational objectives related to the mastery of the grammar or the language themselves. Regarding the contents, we verified that the traditional topics of school grammar shared the stage with other contents. As we analyzed the activities, we found, in two of the collections, few analytical activities when it came to the traditional contents. At the teaching of the word classes and spelling, we found two main innovations: the use of texts and the tendency to the non-presentation of ready information. At the exploration of the characteristics of textual genders, in addition to using pseudo-texts, the collections adopted, sometimes, a transmissive approach.

Keywords: Linguistics analysis; Grammar teaching; Portuguese textbooks

 

Entre tradition et innovation: Une étude sur des changements dans l'enseignement de la grammaire dans des manuels didactiques brésiliens de Langue Portugaise

Résumé

L'objectif de cet article est enquêter le traitement donnée à l'«enseignement de la grammaire» ou à l'«analyse linguistique» dans trois collections brésiliennes de manuels didactiques de Langue Portugaise approuvés dans le Programme National du Manuel Didactique 2007. Les résultats ont montré que deux des collections analysées utilisaient le terme «grammaire» et toutes tendaient à établir des objectifs d'enseignement rapportés au domaine de la grammaire ou de la langue même. Concernant les contenus, nous avons constaté que les sujets traditionnels de la grammaire scolaire divisaient la scène avec d´autres contenus. En analysant les activités, nous avons observé, en deux collections, peu d'activités d'«analyse» quand ils s'agissait des contenus «traditionnels». Dans l'enseignement des «classes de mots» et de l'«orthographe», nous avons trouvé deux innovations principales: l'emploi de textes et la tendance à la non-présentation d'informations «prêtes». En revanche, dans l'exploration des «caractéristiques des genres textuels», au-delà d´utiliser des pseudo-textes, les collections adoptaient, quelquefois, une approche transmissive.

Mots-clé: Analyse linguistique; Enseignement de la grammaire; Manuels didactiques

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

Referências

Albuquerque, E. B. C. (2002). Apropriações de Propostas Oficiais de Ensino de Leitura por Professores: o Caso de Recife. Tese de doutorado não publicada. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais.

Antunes, I. (2007). Muito Além da Gramática: por um Ensino de Línguas sem Pedras no Caminho. São Paulo: Parábola.

Aparício, A. S. M. (2006). A Produção da Inovação em Aulas de Gramática do Ensino Fundamental II da Escola Pública Estadual Paulista. Tese de doutorado não publicada. Campinas: Universidade Estadual de Campinas.

Bardin, L. (1979). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Batista, A. A. G., & Costa Val, M. G. (2004). Livros didáticos, controle do currículo, professores: uma introdução. In A. A. G. Batista & M. G. Costa Val (Orgs.), Livros Didáticos de Alfabetização e de Português: os Professores e suas Escolhas. Belo Horizonte: Autêntica.

Batista, A. A. G. (1997). Aula de Português: Discursos e saberes Escolares. São Paulo: Martins Fontes.

Biruel, A. M. S. (2002). Análise Linguística nos Livros Didáticos Recomendados pelo PNLD 2000-2001: o tratamento dado aos aspectos de normatividade. Dissertação de mestrado não publicada. Recife: Universidade Federal de Pernambuco.

Brasil (2006). Guia de livros didáticos: 1ª a 4ª séries – PNLD 2007. Brasília: Ministério da Educação.

Chartier, A.-M. (2000). Réussite, échec et ambivalence de l'innovation pédagogique: le cas de l'enseignement de la lecture. Recherche et Formation, innovations et réseaux sociaux, 34, 41-56.

Chervel, A. (1988). L’histoire des disciplines scolaires: réflexions sur un domaine de recherche. Histoire de l’éducation, 38, 59-119.        [ Links ]

Chevallard, Y. (1991). La Transposición Didáctica: del Saber Sabio al Saber Enseñado. Buenos Aires: Aique.

Costa Val, M. da G., & Castanheira, M. L. (2005). Cidadania e ensino em livros didáticos de alfabetização e de língua portuguesa (de 1ª a 4ª série). In M. G. Costa Val & E. Marcuschi (Orgs.), Livros Didáticos de Língua Portuguesa: Letramento e Cidadania. Belo Horizonte: Autêntica.

Geraldi, João W. (1997). Concepções de linguagem e ensino de Português. In J. W. Geraldi (Org.), O Texto na Sala de Aula: Leitura e Produção. Cascavel: Assoeste.

Laville, C., & Dionne, J. (1999). A Construção do Saber: Manual de Metodologia da Pesquisa em Ciências Humanas. Porto Alegre: Artmed; Belo Horizonte: Editora UFMG.

Marinho, M. (1998). A Língua Portuguesa nos currículos de final de século. In E. de S. Barreto et al., Os Currículos do Ensino Fundamental para as Escolas Brasileiras. Campinas: Autores Associados; São Paulo: Fundação Carlos Chagas.

Mendonça, M. R. S. (2006a). Análise lingüística no ensino médio: um novo olhar, um outro objeto. In M. Bunzen & C. Mendonça (Orgs.), Português no Ensino Médio e Formação do Professor. São Paulo: Parábola.

Mendonça, M. R. S. (2006b). Análise linguística: refletindo sobre o que há de especial nos gêneros. In C. F. Santos, M. Mendonça & M. C. B. Cavalcante (Orgs.), Diversidade Textual: os Gêneros na Sala de Aula. Belo Horizonte: Autêntica.

Morais, A. G. (2002). Mostro à solta ou... Análise Linguística na escola: apropriações de professoras das séries iniciais ante as novas prescrições para o ensino de Gramática. Comunicação apresentada na 25a Reunião Anual da ANPEd, Caxambu.

Neves, M. H. M. (2003). Que Gramática Estudar na Escola? São Paulo: Contexto.

Neves, M. H. M. (1990). Gramática na Escola. São Paulo: Contexto.

Santos, C. F. (2004). O Professor e a Escrita: entre Práticas e Representações. Tese de doutorado não publicada. Campinas: Universidade Estadual de Campinas.

Schneuwly, B., & Dolz, J. (2004). Gêneros Orais e Escritos na Escola. Campinas: Mercado de Letras.

Silva, N. N. T., & Silva, A. (2010). Concepções e práticas de ensino de gramática ou análise linguística de professores dos anos iniciais do ensino fundamental. In XVIII CONIC, 2010, Recife. Anais do XVIII CONIC.

Soares, M. (1998). Concepções de linguagem e o ensino da Língua Portuguesa. In N. B. Bastos (Org.), Língua Portuguesa: História, Perspectivas, Ensino. São Paulo: EDUC.

Souza, S. B. (2010). Entre o Ensino da Gramática e as Práticas de Análise Linguística: o que pensam e fazem os Professores do Ensino Fundamental? Dissertação de mestrado não publicada. Recife: Universidade Federal de Pernambuco.

 

Recebido em Dezembro/2009

Aceite para publicação em Agosto/2010