SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número1Quantificação da Biomassa em Pinhal Bravo recorrendo a Fatores de Conversão e Expansão (Bcefs) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Silva Lusitana

versão impressa ISSN 0870-6352

Resumo

BAMBERG, Rogério et al. Relação entre Nutrição e Tempo de Permanência de Mudas de Bauhinia forficata em Casa-de-vegetação. Silva Lus. [online]. 2013, vol.21, n.1, pp.87-101. ISSN 0870-6352.

O trabalho teve como objetivo avaliar a influência de dois tipos de adubos em diferentes dosagens nas curvas de velocidade de crescimento e no intercepto entre as curvas de incremento corrente diário e incremento médio diário das variáveis altura e diâmetro de colo em mudas de Bauhinia forficata Link. Para tanto, testaram-se dois fertilizantes sob diferentes regimes de dosagens: Basacote® - com concentrações de 3 e 6 g por litro de substrato e NPK (09-33-12) - com concentrações de 2 e 4 g por tubete, em relação a uma testemunha (sem adubação), em delineamento experimental inteiramente casualizado, com três repetições de 12 plantas. Nas diferentes adubações testadas, observaram-se comportamentos diferenciados quanto à dinâmica de crescimento das mudas. O efeito do tipo da adubação ocorreu principalmente na altura, influenciando de maneira positiva seu crescimento. Deve-se dar preferência em utilizar adubações com Basacote®, e no caso do uso de NPK, devem ser realizadas aplicações periódicas.

Palavras-chave : estufa; viveiro; idade de rotação.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )