SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número3Uma visão fenomenológica-existencial em psicologia da saúde?!Difficulties encountered in the application of the phenomenological method in the social sciences índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Aná. Psicológica v.24 n.3 Lisboa jul. 2006

 

Sonho e alucinações visuais: Propostas fenomenológicas para sua compreensão, interpretação e intervenção psicológica(*)

 

Ívena Pérola Do Amaral Santos (**)

 

RESUMO

O artigo propõe uma reflexão sobre fenômenos distintos da experiência humana: o sonho e a alucinação. Inicia com uma rápida apresentação da compreensão tradicional da alucinação para, então, passar a uma exposição sucinta da leitura que Martin Heidegger faz, tanto no que diz respeito à alucinação quanto ao sonho. Em seguida, traz o entendimento fenomenológico oferecido por alguns dos mais importantes psicopatólogos comprometidos com esse método. Por fim, apresenta as propostas de Sigmund Freud e de Medard Boss referentes às convergências e divergências encontradas entre os sonhos e as alucinações visuais.

Palavras-chave: Sonho, alucinação, psicologia, psicopatologia, fenomenologia.

 

 

ABSTRACT

The article proposes a reflection on distinct phenomena of the human experience: the dream and the hallucination. To start with, a brief discussion of the traditional comprehension of hallucination, so that it comes up with a succcinct exposition of Martin Heidegger’s thoughts not only of the dream but also of the hallucination. Furthermore, it brings the phenomenological understanding offered by one of the most important psychopathologists commited to this method. Last but not least, it exposes Sigmund Freud and Medard Boss’s ideas of the convergences and divergences found between dreams and visual hallucinations.

Key words: Dream, hallucination, psychology, psychopathology, phenomenology.

 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

Binswanger, L. (1962 [1949]). Analisis Existencial. In Psiquiatria Existencial (pp. 120-189). Santiago: Ed. Universitária.         [ Links ]

Binswanger, L. (2002 [1930]). O Sonho e a Existência. Revista Natureza Humana, 4 (2), 417-449.

Boss, M. (1958). The Analysis of Dreams. New York: Philosophical Library.

Boss, M. (1963). Psychoanalysis and Daseinsanalysis. New York: Basic Books.

Boss, M. (1999 [1963]). O caso da Dra. Cobling. Revista Natureza Humana, 2 (1), 139-173.

Boss, M. (1994 [1971]). Existential Foundations of Medicine and Psychology. New Jersey: Jason Aronson.

Boss, M. (1977 [1974]). O Modo-de-Ser Esquizofrênico à Luz de uma Fenomenologia Daseinsanalítica. Caderno Daseinsanalyse, 3, 5-27.

D’Andrea, F. F. (1990). Transtornos Psiquiátricos do Adulto. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil.

Freud, S. (1996 [1900]). A Interpretação dos Sonhos. In Edição Standard, vols. IV e V. Rio de Janeiro: Imago.

Freud, S. (1974 [1940]). Esboço de Psicanálise. São Paulo: Abril Cultural, coleção Os Pensadores.

Heidegger, M. (1995 [1927]). Ser e Tempo, Parte I. Petrópolis: Vozes.

Heidegger, M. (2001 [1987]). Os Seminários de Zollikon. Petrópolis: Vozes.

Paim, I. (1969). Curso de Psicopatologia. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura.

Pieron, H. (1966). Dicionário de Psicologia. Porto Alegre: Globo.

Santos, Í. P. A. (2000). Teoria dos Sonhos em Medard Boss. Dissertação de mestrado. São Paulo: Pontifícia Universidade Católica.

Sonenreich, C., Estevão, G., & Silva Filho, L. M. (1999). Psiquiatria: propostas, notas, comentários. São Paulo: Lemos.

Straus, E. W. (1948). Estesiología y Alucinaciones. In R. May et al., Existencia (pp. 177-211). Madrid: Gredos, 1977 [1958]).

 

 

(*) Trabalho apresentado na III Jornada sobre Psicopatologia e Linguagem, 4 a 6 de novembro de 2004, Brasília/DF – Brasil.

(**) Universidade Paulista-UNIP e Universidade Alvorada/DF, Brasil. Docente Mestrado Relação Ajuda - Perspectivas da Psicoterapia Existencial

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons