SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número9Adopção de Plataformas de e-Learning nas Instituições de Ensino Superior - modelo do processoAspects for Information Systems Implementation: challenges and impacts. A higher education institution experience índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Tékhne - Revista de Estudos Politécnicos

versão impressa ISSN 1645-9911

Tékhne  n.9 Barcelos jun. 2008

 

b-Learning: impacto no desenvolvimento de competências no ensino superior politécnico

Nídia Salomé Morais[1], Isabel Cabrita[2]

salome@esev.ipv.pt, icabrita@ua.pt

(recebido em 24 de Março de 2008; aceite em 6 de Maio de 2008)

 

 

Resumo. Os ambientes virtuais de aprendizagem poderão constituir-se como soluções bastante interessantes, capazes de complementar o ensino presencial e de favorecer uma participação mais activa e autónoma do aluno durante o processo de aprendizagem, consonante com o espírito de Bolonha. Neste contexto, desenvolveu-se um estudo com o intuito de se avaliar o impacto de um ambiente virtual, complementar de sessões presenciais, no desenvolvimento de competências transversais e específicas num grupo de alunos do ensino superior. Os resultados obtidos permitem concluir positivamente sobre a adopção de ambientes virtuais, sobretudo pelas vantagens identificadas a nível da interacção, bem como a nível do acesso a conteúdos e serviços.

Palavras-chave: ambientes virtuais de aprendizagem, e-Learning, b-Learning, aprendizagem colaborativa, comunicação, interacção.

 

 

Abstract. Virtual learning environments may constitute themselves as very interesting solutions, capable of fulfilling presential education scenarios and promoting more active student participation, in accordance to the Bologna education model. Taking this into consideration, a study was developed with the main goal of evaluating the impact of a virtual learning environment in the development of transversal and specific skills in a group of students at a higher education level. The gathered data allowed us to draw positive conclusions about the use of virtual learning environments, at an interaction level and regarding the advantages in the access to content and services.

Keywords: virtual learning environment, e-Learning, b-Learning, collaborative learning, communication, interaction.

 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

 

Bibliografia

Azevedo, S. (2007). O suporte a Iniciativas de e-Learning noEnsino Superior: a Universidade de Aveiro, um estudo de caso. Dissertação de Mestrado. Aveiro: Universidade de Aveiro.         [ Links ]

Baptista, A. (2005). Avaliação do Mestrado Multimédia em Educação da Universidade de Aveiro. Dissertação de Mestrado. Aveiro: Universidade de Aveiro.

Berge, Z. (1995). The Role of the Online Instructor/Facilitator. Disponível online em: http://www.emoderators.com/moderators/teach_online.html  (consultado na Internet em 14 de Maio de 2005).

Cardoso, E. & Machado, A. (2001). A Problemática da Adopção de Ambientes de Ensino Distribuído no Ensino Superior. In P. Dias & C. V. de Freitas (Org.), Actas da II Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, Desafios’ 2001, Challenges’ 2001. Braga: Centro de Competência Nónio Século XXI da Universidade do Minho, (pp. 489-497).

Carvalho, C. (2001). Uma Proposta de Ambiente de Ensino Distribuído. Tese de Doutoramento. Departamento de Sistemas de Informação, Escola de Engenharia, Universidade do Minho. Disponível online em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/688/1/TESE_CVC.pdf  (consultado na Internet em 11 de Junho de 2004).

Correia, C. & Tomé, I. (2007). O que é o e-Learning. Lisboa: Plátano Editora.

Dias, P. (2004a). Processos de Aprendizagem Colaborativa nas Comunidades Online. In Dias, A. & Gomes, M. (2004), E-Learning para E-formadores. TecMinho/Gabinete de Formação Contínua da Universidade do Minho, (pp. 19-31).

Dias, P. (2004b). Desenvolvimento de Objectos de Aprendizagem para Plataformas Colaborativas. In Mendes, A. (Org.), Actas do VII Congresso Iberoamericano de Informática Educativa. Monterrey, México, (versão CD-ROM, pp. 3-12).

Duggleby, J. (2002). Como ser um Tutor Online. Lisboa: Monitor – Projectos e Edições, Lda.

Filipe, A. (2005). Blended-Learning no Ensino Superior – Estratégias de Motivação Online. In Actas da IV Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, Challenges’ 2005. Braga: Centro de Competência Nónio Século XXI da Universidade do Minho. (versão CD-ROM, pp. 293-301).

Filipe, A. & Orvalho, J. (2004). Blended-Learning e Aprendizagem Colaborativa no Ensino Superior. In Actas do VII Congresso Iberoamericano de Informática Educativa. Monterrey, México. (versão CD-ROM, pp. 216-225).

Lévy, P. (1997). Cibercultura: Relatório para o Conselho da Europa no Quadro do Projecto «Novas Tecnologias: Cooperação Cultural e Comunicação». Lisboa: Instituto Piaget. Colecção Epistemologia e Sociedade.

Miranda, L. & Dias, P. (2003). Ambientes de Comunicação Síncrona na Web como Recurso de Apoio à Aprendizagem de Alunos no Ensino Superior. In Actas da III Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, Desafios’ 2003, Challenges’ 2003. Braga: Centro de Competência Nónio Século XXI da Universidade do Minho. (versão CD-ROM, pp. 239-250).

Miranda, L.; Morais, C.; Dias, P. & Almeida, C. (2002). Comunidades de Aprendizagem na Web: uma Experiência com Alunos do Ensino Superior. In Actas do VI Congresso Iberoamericano, IV Simpósio Internacional de Informática Educativa e VII Taller Internacional de Software Educativo. Vigo, Espanha. Disponível online em: http://www-gist.det.uvigo.es/~ie2002/actas/paper-107.pdf(consultado na Internet em 28 de Abril de 2004).

Morais, N. (2006). Ambiente Virtual de Aprendizagem num Contexto de b-Learning. Dissertação de Mestrado. Aveiro: Universidade de Aveiro.

Morais, N. & Cabrita, I. (2007a). Ambiente Virtual de Aprendizagem num Contexto de b-Learning. In Actas da V Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação, Challenges 2007, Braga. (versão CD-ROM, pp. 481-491).

Morais, N. & Cabrita, I. (2007b). Ambientes Virtuais de Aprendizagem no Ensino Superior: Comunicação (as)síncrona e Interacção. In Actas do IX Simpósio Internacional de Informática Educativa. Porto: Escola Superior de Educação do Porto. (versão CD-ROM, pp. 223-228).

Morais, N. & Cabrita, I. (2007c). As Experiências e os Materiais de Aprendizagem em Contextos de b-Learning no Ensino Superior Politécnico. In Actas do IX Congreso Internacional Galego-Portugues de Psicopedagoxía. Coruña: Universidade da Coruña - Galiza.

M.S.I. (1997). Livro Verde para a Sociedade da Informação em Portugal. Missão para a Sociedade da Informação - Ministério da Ciência e da Tecnologia. http://www.acesso.umic.pcm.gov.pt/docs/lverde.htm  (consultado na Internet em 30 de Maio de 2004).

Ramos, F. (2004). O eLearning na Universidade de Aveiro. In Burnham, T. & Mattos, M. L. (Orgs.) (2004). Tecnologias da Informação e Educação à Distância. Salvador – Bahia: EDUFBA. (pp. 155-170).

Rodrigues, M. (2004). Um Modelo de Formação em Ambiente Misto de e-Learning: Uma Experiência na Disciplina de Tecnologia Educacional num Curso Superior de Formação Inicial de Professores. In Actas do Congresso e-Learning no Ensino Superior. Aveiro: Universidade de Aveiro. (versão CD-ROM).

Rodrigues, M. & Mendes, A. (2005). Do Presencial ao Online: Um Estudo sobre as Atitudes de Estudantes Face a Situações de Aprendizagem Online. In Actas do VII Simpósio Internacional de Informática Educativa – SIIE 2005. Leiria: Escola Superior de Educação de Leiria. (versão CD-ROM, pp. 89-94).

Rosenberg, M. (2007). Beyond E-Learning. Pfeiffer: San Francisco, CA.

Salmon, G. (2000). E-Moderating: The Key to Teaching and Learning Online. London: Kogan Page.

Santos, I. & Kotyk, P. (2002). Formação e Apoio Contínuo aos Professores na Transição do Ensino Presencial para o Ensino Online. In Ramos, F. & Jambeiro, O. (Orgs.) (2002). Internet e Educação a Distância. Salvador: EDUFBA. (pp. 195-213).

Trindade, A. (2001). E-Learning - Subversões. Disponível online em: http://www.odisseia.univ-ab.pt/e-learning/Artigos/Subversoes/SubversoesI.htm (consultado na Internet em 19 de Fevereiro de 2005).

 

[1] Escola Superior de Educação de Viseu – Área Científica das Tecnologias da Informação e Comunicação

[2] Universidade de Aveiro – Departamento de Didáctica e Tecnologia Educativa